Visagismo para homens

ccaf6babe05c1cccfd7ed0a4fca515dbVisagismo é a arte de criar uma imagem pessoal que revela as qualidades interiores de uma pessoa, de acordo
com suas características físicas e os princípios da linguagem visual (harmonia e estética), utilizando a maquilagem, o corte, a coloração e o penteado do cabelo, entre outros recursos estéticos.

Wendey Belizário, Técnico Capilar da Minasflor Professional, preparou algumas dicas sobre visagismo para homens, que atualmente abocanham uma boa parte do mercado de produtos de beleza e estética, e estão cada vez mais exigentes quanto à qualidade e a obtenção de resultados almejados quando vão a uma barbearia.

Confira as dicas abaixo:

  • Rosto Redondo: As medidas são praticamente iguais: testa, queixo e laterais e, às vezes, é um rosto que possui bochechas salientes. O corte deve ser quadrado com franja curta e costeletas para afinar as laterais. O desfiado e estilizado com cera, puxando suavemente alguns fios na direção da testa e um pouco mais alto no topo da cabeça, também fica muito bem nesse tipo de rosto.
  • Rosto oval: Possui a testa pouco mais larga do que o queixo e as laterais estreitas. É considerado o mais harmônico e combina com qualquer tipo de corte, dos mais formais aos mais modernos.
  • Rosto quadrado: A largura da testa acompanha os maxilares. Os fios devem ser desfiados ou repicados em diferentes comprimentos, o que garante mais leveza para este rosto de ar mais sério.
  • Rosto retangular: Semelhante ao quadrado, cuidado que fica fácil confundir com o quadrado! Esse tipo é mais largo. Os mesmos fios desfiados podem ser sutilmente puxados na direção da testa.
  • Rosto triangular: É aquele em que a testa é mais larga e o queixo mais fino. O ideal são cabelos um pouco mais longos e desfiados, cobrindo um pouco a testa e as laterais.

Gostou das dicas? Então não deixe de compartilhar nas suas redes sociais! Acompanhe o site da Minasflor Professional para mais dicas sobre cabelos e curta nossa fan page no Facebook clicando AQUI!

Wendey Belizário

Deixe uma resposta